Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Mairinque e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
EMPRESA
SERVIDOR
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
31
31 OUT 2019
VIGILÂNCIA SANITÁRIA
Mairinque registra números positivos em última avaliação larvária do município
enviar para um amigo
receba notícias

Os Agentes de Vetores da Vigilância em Saúde de Mairinque realizaram durante o mês de outubro a 4ª Avaliação de Densidade Larvária – ADL do ano no município. A ação, realizada a cada três meses, levanta, principalmente, o nível de infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue e zika vírus.
Na amostragem, foram vistoriadas 600 residências aleatórias, buscando atender os inúmeros bairros, onde em apenas uma ocasião foi levantada a suspeita de foco do mosquito da dengue, entretanto, após avaliação, a possibilidade foi descartada. Esse resultado mostra que existe um risco baixo de surto na região, principalmente se comparado com a pesquisa feita no início deste ano, onde 10 moradias apresentaram algum foco com a presença de larvas.
Durante a ADL, são coletadas amostras em diferentes imóveis escolhidos, o que possibilita aos agentes identificarem em quais as regiões há a maior predominância das larvas e o tipo de criadouro, recipientes capazes de acumular água, mais comuns para a proliferação dessas doenças. 
Jaime Silvestre, responsável pelos Agentes de Vetores no levantamento, enfatiza que o serviço é importante para avaliar novas ações a serem tomadas. “Baseado nos dados obtidos durante o mês de outubro, será possível planejar as melhores formas de combater ao mosquito durante o próximo período. Por exemplo, algumas medidas de controle do aedes aegypti adotadas pelo município nesse ano podem ser intensificadas ou até mesmo alteradas”.
O Comitê de Controle de Arboviroses também realiza diversas ações de combate ao vetor no município, que visam o monitoramento dos níveis de infestação e eliminação dos criadouros em pontos estratégicos da cidade. Em caso de dúvidas sobre o trabalho de prevenção do mosquito, o número de telefone (11) 4718-8646 pode ser contatado.